Ouro no jardim – Revista Natureza

Fácil de cultivar, a trombeta-de-anjo-dourada “ilumina” o jardim com sua preciosa florada

POR JANETE TIR | FOTOS VALERIO ROMAHN

As flores douradas, perfumadas e em forma de trombeta fazem da Brugmansia aurea um atrativo e tanto no jardim. São, inclusive, as responsáveis pelo nome popular do arbusto: trombeta-de-anjo-dourada. No paisagismo, rende ótimas soluções quando usado em vasos ou para formar cercas vivas.

Nativa da América do Sul, mais precisamente da Cordilheira dos Andes da Colômbia ao Equador, a espécie é um arbusto lenhoso de até 3 m de altura com folhas verdes e grandes. Já as flores, com cerca de 30 cm de comprimento, surgem em grande quantidade no verão, criando um belo efeito no jardim.

A designação científica Brugmansia é uma homenagem a Sebald Justin Brugmans (1763-1819), médico, professor de História Natural e químico holandês. Já o nome aurea se deve à cor dourada das flores.

A espécie tem cultivo e propagação fáceis. Ela se multiplica por estaquia e já no primeiro ou segundo ano começa a produzir flores. “Também floresce com facilidade em vasos”, diz o viveirista Luis Bacher.

No verão, as flores criam um belo efeito no jardim

Entretanto, é preciso escolher bem o local onde ela será plantada, pois a espécie é coberta por um alcaloide alucinógeno muito potente – usado, inclusive, pela indústria farmacêutica no preparo de remédios para tratar problemas cardíacos, entre outras enfermidades. O ideal é cultivá-la longe do alcance de crianças e animais domésticos.

Para se desenvolver bem, o arbusto necessita de solos férteis, descompactados e levemente úmidos. “Plante as mudas em covas bem espaçosas, com pelo menos 50 cm de diâmetro e 50 cm de profundidade, e adube com 10 kg de esterco de curral bem curtido ou 10 kg de terra vegetal e com 300 g de superfosfato simples ou farinha de osso”, orienta Bacher.

Depois que as raízes se estabelecerem no solo – o que demora cerca de dois meses para acontecer – faça adubações de reforço com NPK 10-10-10 a cada três meses, exceto no inverno. Inicialmente, coloque 100 g de NPK ao redor da cova e aumente a quantidade nas aplicações seguintes, conforme a planta for crescendo. “É importante ressaltar que, em terrenos férteis, a trombeta-de-anjo-dourada se desenvolve vigorosamente, dispensando adubações de reforço”, complementa o viveirista.

Douradas e perfumadas, as flores em forma de trombeta têm 30 cm de comprimento

A planta deve ser irrigada abundantemente no plantio e de duas a três vezes por semana até as raízes se estabelecerem. Depois, a frequência das regas pode ser menor. Devido ao crescimento vigoroso, é aconselhável podar o arbusto, preferencialmente no inverno, para controlar o crescimento e dar melhor formato à copa.

Segundo Bacher, a espécie não costuma ser alvo de pragas e doenças. O problema mais comum é o ataque de nematoides às raízes, o que deixa a planta amarelada, com folhas pequenas e sem vigor. Para evitar que isso aconteça, basta usar substratos de boa procedência no plantio.

Trombeta-de-anjo-dourada

  • Nome científico: Brugmansia aurea
  • Família: solanáceas
  • Nomes populares: trombeta-de-anjo-dourada, trombeteira
  • Origem: América do Sul
  • Características: arbusto lenhoso
  • Porte: 2 m a 3 m
  • Flores: trombetas pendentes com mais ou menos 30 cm de comprimento, perfumadas e de cor dourada
  • Folhas: verdes, ovais, grandes, com ligeira penugem na parte posterior
  • Plantio: em covas bem espaçosas, com no mínimo 50 cm de diâmetro e 50 cm de profundidade. Adubar com 10 kg de esterco de curral bem curtido ou 10 kg de terra vegetal e com 300 g de superfosfato simples ou farinha de osso
  • Adubação: inicialmente, 100 g de NPK 10-10-10 a cada três meses (exceto no inverno). Conforme a planta cresce, a quantidade de adubo deve ser aumentada
  • Luz: sol pleno. Em locais sombreados apresenta menos flores
  • Solo: fértil, descompactado e levemente úmido
  • Clima: subtropical e tropical
  • Regas: abundantes no plantio e de duas a três vezes por semana até as raízes se estabelecerem. Passada essa fase, a frequência pode ser menor
  • Propagação: estaquia ou sementes

Ler mais…

Deixar um comentario

Faça um orçamento!